sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Ainda podemos nos ver?



Ed Sheeran canta "Thinking out Loud" quase no volume máximo dos meus fones e a lembrança da sua gargalhada bagunça a letra, me fazendo pensar mais na saudade que bate na porta.
Queria ter amnésia dos momentos ruins que, realmente, não valem a pena cair no esquecimento.
Você parece estar tão perto mas distante demais para eu poder alcançar. Talvez um abraço não seja suficiente pra tantas lágrimas e sorrisos, mesmo sem toda a intimidade. Queria muito poder dizer "to com saudade da sua risada, to indo te ver", seria feliz se tudo fosse do jeito que eu bem entendesse.
Só quero dizer que não deixe de ser quem você foi, quem é não se perca nos borrões das estrelas, não se encaixe no molde da sociedade, você está tão bem assim. 
Namore, fiquei, não se limite. 
Seja feliz e até quando o destino quiser. 
E o clichê... Sinto sua falta!

Nenhum comentário:

Postar um comentário