domingo, 21 de setembro de 2014

Um apego quase amor


Entrar no carro, não sentir seu cheiro, não ver você todo tímido lá no banco de trás, com a cabeça baixa, com um "amigo" de longas datas mas que só criou laços agora, ficando vermelho a cada vez que eu dizia teu nome, me faz sentir tão vazia.
Seu cheiro misterioso, que só percebi ao me aproximar, seu olhar brilhante e escuro que me instiga só de pensar, seu sorriso, mesmo usando metais, me encanta toda vez que se abre. Tão próximo de mim é ao mesmo tempo tão distante.
Queria tanto poder acordar e assim mandar um "bom dia" e receber a resposta só pra constar que você leu. Queria tanto poder chegar e te abraçar sem permissão, apenas pra sentir você.
Você não está aqui, você esteve e seu lugar lá no banco me deixa saudade, me faz sentir que poderia ter passado mais tempo contigo e que toda essa vergonha seja apenas um momento e quando acabar, não irão faltar elogios pra eu me apegar cada vez mais e poder te amar.

❤️❤️

Nenhum comentário:

Postar um comentário